ARTIGOS EM DESTAQUE

ARTIGOS EM DESTAQUE...

sábado, 4 de junho de 2016

"VOCÊ" vs. "TU" - QUANDO E ONDE USÁ-LOS


Image (Listen to me...) by Imad HADDAD (CC BY 2.0)
"TU e "VOCÊ"... Quando usar? Em qual região eles são apropriados? Se você tem essas dúvidas, este artigo vai ajudar um pouquinho. Espero que goste.



Você pediu. Então, nesta postagem eu vou traduzir o meu artigo (que originalmente foi escrito em inglês e publicado no Italki) que fala sobre os usos de "TU" e de "VOCÊ".

Para ver o artigo original, você pode clicar neste link abaixo:
Você Vs. Tu: How And Where Can I Use Them?


Olá a todos! Como sempre, eu vou contar algumas histórias sobre a saga de alguém em aprender o idioma português. Mas, desta vez, a personagem principal da história vai ser um pouco diferente. A personagem deste artigo será... Eu!!!

Sim! Os falantes nativos também podem ter experiências interessantes com seus próprios idiomas... Então, deixe-me contar para você 5 histórias sobre Lí e o polêmico TU versus VOCÊ. Nossa! Vai ser divertido falar sobre mim mesma como uma personagem do meu próprio artigo. Vamos ver!

História #1: Memórias da escola...

Primeiramente, você vai precisar entender o que exatamente VOCÊ e TU significam neste contexto. Para explicar isso, eu vou contar para você o que a Li aprendeu quando estava na escola:

TU é um pronome pessoal. É o pronome da segunda pessoa no singular e normalmente tem a função de sujeito ou de predicativo do sujeito. O plural de TU é VÓS. Para dar um exemplo, se você quiser dizer para alguém que ele/ela é inteligente, você pode dizer para essa pessoa: “Tu és inteligente.”

VOCÊ é a contração de VOSSA MERCÊ. É um pronome de tratamento que é usado quando alguém fala com uma outra pessoa (uma segunda pessoa), mas requer concordância para o verbo na terceira pessoa. O plural de VOCÊ é VOCÊS. Por exemplo: “Você é muito educado”. Existem vários pronomes de tratamento em português (como por exemplo: "SENHOR", "VOSSA SENHORIA", "VOSSA EXCELÊNCIA", etc.) e VOCÊ é a menos formal de todas.

Neste ponto, tente não focar em qual região cada um deles é usado, mas sim em que situações eles deveriam ser usados. TU, como um pronome pessoal da segunda pessoa, deve ser usado para indicar a pessoa com a qual você está falando. VOCÊ também tem esta função, mas provê uma maneira mais educada de tratamento.

Moral da história... Ambos, TU e VOCÊ, podem ser traduzidos como “YOU” em inglês (ou TÚ e USTED em espanhol / ou TU e VOUS em francês) e ambos podem ser usados para indicar a pessoa com quem você está falando. Isto vale para qualquer país em que se fala português. Então, independentemente da região em que você está se concentrando, é uma boa ideia para você ter pelo menos um conhecimento básico dos dois.

História #2: Nascida entre TU...

A Li nasceu no Brasil. Então, em suas primeiras conversas, ela estava acostumada a ouvir as pessoas dizerem TU...

"Espera! Espera! Espera!!!!!", você talvez diga. Talvez, muitas vezes você ouviu dizer algo como: "No Brasil, as pessoas somente usam VOCÊ”. Então como é que as pessoas usavam TU para falar com a Li?

Bem, a Li nasceu na capital do estado da Paraíba, uma cidade chamada João Pessoa. Este estado fica na região Nordeste do Brasil. Nesta região, a maioria das pessoas usam TU. Esta região tem 9 estados. Como a Li tem parentes em alguns estados que pertencem a esta região, você pode imaginar quantas vezes ela ouviu TU.

Em todos estes anos conversando com pessoas desta região, ela notou que, mesmo quando muitas pessoas usam o TU conjugando o verbo da maneira correta, muitas pessoas têm o hábito de usar o TU com os verbos na terceira pessoa. Alguma coisa assim: “Tu vai para onde?”. Isto é uma maneira incorreta de dizer. O certo seria dizer: “Tu vais...”

Moral da história... TU também é usado no Brasil. E mesmo que muitas pessoas talvez usem o TU conjugando o verbo na terceira pessoa, isso é totalmente errado! Então, se você está em uma região que usa o TU e prefere adotá-lo para se enturmar com os locais ou com seus colegas de trabalho, lembre-se de usá-lo corretamente.

História #3: Apresentada ao popular VOCÊ...

Quando ela tinha 3 anos de idade, os pais da Li se mudaram para a cidade de São Paulo, a capital do estado de São Paulo. Este estado faz parte da região Sudeste do Brasil. São 4 estados nesta região. A região Sudeste tem os canais de televisão mais populares, as cidades mais populares, etc. E lá, VOCÊ é largamente usado. Nesta região, o uso de TU praticamente desapareceu.

Uma coisa interessante que a Li notou sobre as regiões brasileiras que usam VOCÊ, é que o VOCÊ perdeu o senso de pronome de tratamento e assumiu o papel de um pronome pessoal no lugar do TU para falar com a família, amigos e até mesmo para falar com pessoas que não são tão próximas. Mas, ainda assim eles precisam de um pronome que ajude quando eles querem mostrar algum respeito. Por exemplo, quando uma pessoa mais jovem encontra uma pessoa mais velha pela primeira vez, às vezes eles não se sentem confortáveis usando o VOCÊ. Também, quando as pessoas precisam falar com alguém que está em um posto de autoridade, eles não usam o VOCÊ. Então, em algumas situações, as pessoas adotam outro pronome de tratamento, "O SENHOR" ou sua forma feminina, "A SENHORA".

Moral da história... VOCÊ é mais comum no Brasil. Se tornou o padrão na TV e é usado nas regiões mais populosas do país. Então, VOCÊ é a melhor opção se você prefere usar a forma mais popular. Mas, lembre-se que em algumas situações que exigem um tratamento mais formal ou até mesmo um tratamento "semi-formal", as pessoas preferem usar "SENHOR", porque VOCÊ às vezes pode ser considerado impróprio para situações formais.

História #4: VOCÊ vs. TU e viagens pelo Brasil

Finalmente, a Li cresceu e foi capaz de visitar outras regiões do Brasil. A primeira foi Porto Alegre, a capital do estado do "Rio Grande do Sul". Este estado fica no Sul do país. A Li ficou impressionada com o número de pessoas que falavam TU. Na verdade, quase todo mundo usava a conjugação na segunda pessoa em Porto Alegre. Bem, ela ficou ainda mais impressionada quando, neste mesmo estado, ela visitou outra cidade chamada Caxias do Sul, porque as pessoas usavam VOCÊ por lá.

Algum tempo depois, ainda na região Sul, ela visitou algumas cidades no estado de Santa Catarina e ela notou que eles várias vezes usavam a conjugação na segunda pessoa mas sempre omitiam o pronome (TU). Por exemplo, eles perguntavam: “Fizeste aquela rota?”.

Bem, Eu tenho que contar que aquela impressão que ela tinha de que quase todo mundo na região Sul usavam o TU morreu completamente assim que ela visitou as cidades do estado do Paraná, onde as pessoas usavam VOCÊ todo o tempo.

Mas, a grande surpresa veio quando ela visitou algumas cidades do estado da Bahia. Este estado é localizado numa região que era muito familiar para a Li, a região Nordeste. Lembra-se? Na maioria das cidades da Bahia, as pessoas usam VOCÊ.

E quanto à capital do país? Sim, a cidade de Brasília, que fica na região Centro-Oeste. Esta região tem 4 estados (incluindo o Distrito Federal). A Li notou que a maioria das pessoas que ela conhece que são desta região usam VOCÊ.

Ela também teve contato com as pessoas da região Norte do Brasil, onde fica localizado o famoso estado do Amazonas. Há 7 estados nesta região. E foi desafiador para a Li entender que na região Norte, mesmo estando na mesma cidade, algumas pessoas usam TU e outras pessoas usam VOCÊ.

Mas, nada se compara ao Rio de Janeiro (localizado na região Sudeste), onde uma mesma pessoa pode às vezes usar o TU e às vezes usar o VOCÊ.

Ah! Eu quase esqueci de mencionar que, até mesmo nos lugares onde o TU não é usado, o seu pronome oblíquo correspondente e também o seu pronome possessivo (TE e TEU, respectivamente) são muito utilizados.

Moral da história... Sim, a variação é maluca! O meu conselho aqui é que você não se preocupe muito. Você pode se sentir à vontade para usar aquele que faz você se sentir mais confortável, de acordo com a região.

História #5: VOCÊ vs. TU viajando por Portugal

Depois de tudo isso, imagine como a Li estava curiosa sobre o uso de TU e de VOCÊ quando ela visitou Portugal. Ela estava acostumada a conversar com os seus amigos portugueses e angolanos que moravam no Brasil e eles sempre preferiam usar o TU e sempre conjugavam o verbo da maneira correta (lembre-se da segunda pessoa, por favor!). Bem, muitas coisas foram confirmadas e muitas coisas foram surpresa naquela viagem...

Ela confirmou que TU e VOCÊ têm usos mais complexos em Portugal. A Li notou que a escolha entre eles não é aleatória, porque a opção por TU ou VOCÊ está diretamente ligada a questões de hierarquia, status, idade, gênero, relacionamentos, etc. TU é normalmente usado para a familia, amigos, colegas de longa data ou crianças/adolescentes. A opção por VOCÊ indica uma certa distância quando comparado com TU, mesmo sendo que o VOCÊ não alcança a formalidade de "SENHOR".

Uma coisa nova para a Li foi quando ela ouviu uma senhora conversando com um senhor que chamava-se Manuel. Aquela senhora disse “O Manuel já leu este livro?”. A Li ouviu algo assim somente uma vez em Portugal, mas foi algo que ela nunca tinha ouvido no Brasil.

Mas a maior surpresa para a Li foi notar que as pessoas não usavam o VÓS em Portugal. Para o plural, as pessoas preferiam usar VOCÊS. Alguns dos amigos dela disseram que na região Norte do país, algumas pessoas usam VÓS, mas que na maior parte do país este pronome é usado somente num contexto religioso (assim como acontece no Brasil). Mas, quando usam os pronomes possessivos, as pessoas usam VOSSO, que é o possessivo correspondente a VÓS.

Moral da história... Se você está aprendendo o português para viver, trabalhar ou estudar em Portugal (ou nos outros países que falam o português europeu - como Angola, Moçambique ou Cabo Verde), você deve ter o hábito de usar o TU, porque é o mais usado nestas regiões.

Sua história...

Espero que este artigo tenha dado uma idea de onde as pessoas usam TU e onde usam VOCÊ. Esta informação pode ser muito útil para você poder orientar os seus estudos de acordo com as suas necessidades.

Por exemplo, a conjugação dos verbos é algo muito importante no idioma português. Então, se você está aprendendo português para ir estudar em São Paulo (Brasil), você pode focalizar seus estudos na conjugação em terceira pessoa. Mas, se você está aprendendo o português para trabalhar em Lisboa (Portugal), você poder focar na conjugação em segunda pessoa.

Se você tem alguma experiência sobre o uso de VOCÊ ou TU, por favor, compartilhe nas sessões de comentários abaixo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário